Uma mão cheia: Fred Gil conquista o quinto título das últimas três semanas

Fred-Gil

Campeão de pares em Palmela.
Campeão de singulares em Palmela.
Campeão de pares em Oliveira de Azeméis.
Campeão de pares em Idanha-a-Nova.
Campeão de singulares em Idanha-a-Nova.

As últimas três semanas de Fred Gil no circuito profissional falam por si. Este domingo, o sintrense somou a 24.ª vitória neste período de tempo, entre singulares e pares, para conquistar o seu 5.º título.

Frente a frente com João Monteiro, o adversário que já tinha derrotado na final do Palmela Open, Fred Gil voltou a ser superior, vencendo com os parciais de 6-2 e 7-5 para vencer pela primeira vez este torneio, dotado de 15.000 dólares em prémios monetários.

Ao contrário da decisão em Palmela, na qual teve de salvar match point, Gil teve menos dificuldades desta feita frente ao seu mais jovem compatriota. Na verdade, o antigo número um português entrou com tudo no derradeiro encontro e num ápice adiantou-se com um set de vantagem graças a várias mudanças de ritmo da sua parte e também algum desacerto de Monteiro.

No segundo parcial, e apesar de uma maior estabilidade emocional e tenística do portuense, primeiro favorito e número 375 mundial, foi o segundo pré-designado e 411.º ATP, muito consistente e mais experiente na gestão dos vários momentos do jogo, quem voltou a fazer a diferença ao registar um break crucial no 11.º jogo que o catapultaria depois para a vitória final.

A chegada aos 55 títulos — um recorde nacional que continua a aumentar — ganha ainda mais relevo se considerado que esta é a primeira vez desde 2006 que Fred Gil conquista três torneios individuais numa só época. Na altura, o ex-número 62 ATP conquistou 1 Future na Nigéria, outro em Portugal e um Challenger em Itália.


Total
2
Shares
Total
2
Share