Zverev sobre os assobios: “Não vou mentir, fiquei magoado e precisei de uns momentos só para mim”

Foi já na reta final do encontro que se viveu o momento mais polémico. Alexander Zverev interrompeu um dos pontos do tie-break depois de um apanha-bolas deixar cair uma bola (que foi em direção ao court) e acabou por ser assobiado por grande parte dos fãs que esgotaram a O2 Arena, em Londres. Mais tarde, o alemão confessou que precisou de um momento para se recompor.

“Fiquei um pouco triste com os assobios e a reação do público no final. Talvez não se tenham apercebido exatamente do que aconteceu”, começou por dizer o número 4 do mundo na conferência de imprensa que se seguiu ao triunfo sobre Roger Federer, antes de revelar que precisou de “alguns momentos só para mim no balneário.”

“Foi uma situação difícil para toda a gente. O Roger tem muitos fãs e é um dos melhores jogadores de todos os tempos e também uma das melhores pessoas. No final só queria expressar as minhas desculpas pela frustração que senti por aquilo ter de acontecer e depois acabei por fazer um ás, o que provavelmente também não ajudou”, adiantou ainda aquele que se tornou no 40.º jogador da história a garantir um lugar na final do “Masters”.

Sobre a grande final deste domingo, que vai discutir com o vencedor do encontro entre Novak DjokovicKevin Anderson (jogam às 20h desta noite), Alexander Zverev disse ainda que espera “não ser assobiado” e que “as pessoas percebam que eu não fiz nada de errado.”


Total
2
Shares
Total
2
Share