Óbidos: Francisca Jorge e Sara Lança derrotadas no primeiro dia de quadro principal

Francisca Jorge
Fotografia: Fernando Correia/FPT

Não foi decididamente um começo nada auspicioso para as tenistas portuguesas presentes no Óbidos Ladies Open: tanto Francisca Jorge como Sara Lança não conseguiram sair vitoriosas esta terça-feira dos seus respetivos compromissos, deixando agora a representação portuguesa nas mãos de Ana Santos e Inês Teixeira.

Número dois lusitana mas sem ranking suficiente ou convite da organização para aceder ao quadro principal, Francisca Jorge (71.ª ITF e 649.ª WTA) teve de jogar a fase de qualificação da prova de 25.000 dólares em prémios monetários que se disputa sobre piso sintético no Guardian Sports Club e a verdade é que até entrou muito bem ao despachar a indiana Saisha Khanna por 6-1 e 6-1.

Porém, na segunda e última eliminatória do qualifying, a jovem vimaranense de 18 anos, 10.ª pré-designada e que até chegou a dispor de vantagens em ambos os sets, acabou por cair diante da segunda cabeça de série, a britânica Eden Silva (462.ª WTA e 876.ª ITF), pelos parciais de 7-5 e 6-4. Assim, Francisca Jorge fica agora à espera de uma eventual desistência para acalentar a esperança de entrar na principal grelha de participantes por intermédio do estatuto de lucky loser (destinado a jogadoras que percam na derradeira etapa da fase de qualificação).

Além da melhor tenista nacional da atualidade, também Sara Lança esteve em ação num duelo já alusivo ao quadro principal, uma vez que esta jornada contemplou tanto embates do qualifying como do quadro principal. Uma de três tenistas galardoadas com wild cards, a jogadora de 22 anos de idade, 801.ª do ranking WTA e 1151.ª da hierarquia ITF, ofereceu alguma réplica na primeira partida mas a partir do seu término não teve grandes hipóteses e tal resultou num desaire cifrado nos parciais de 6-4 e 6-2 perante a espanhola Nuria Parrizas-Diaz (327.ª WTA e 386.ª ITF).


Total
2
Shares
Total
2
Share