Pablo Cuevas: “Foi uma semana especial. Não é todos os dias que se perde na qualificação e atinge-se a final”

Millennium Estoril Open

ESTORIL – Pablo Cuevas perdeu na final do Millennium Estoril Open com Stefanos Tsitsipas, no entanto considera que a semana no Clube de Ténis do Estoril foi “especial”, fazendo dele um rapaz “feliz” neste momento.

“Estou muito feliz, foi uma semana especial. Não é todos os dias que se perde na qualificação e atinge-se a final”, comentou o uruguaio antes de falar do adversário e do torneio. “Perdi com um grande jogador, como é o Stefanos. Quanto ao torneio, é especial porque nós nem sempre temos o luxo de poder contar com bancadas repletas durante toda a semana”.

Sobre o jogo, o sul-americano confessou que nunca se sentiu confortável e lamentou não se ter adaptado mais cedo às condições. “As condições não estavam fáceis, mas saio daqui com uma sensação esquisita porque sinto que podia fazer melhor. As condições eram iguais para os dois, mas eu sinto que demorei muito tempo a percebê-las. Só tinha de me adaptar e jogar o meu melhor”.

Cuevas falou ainda um pouco da última época e dos seus objetivos. “No ano passado, não correu bem. Estive lesionado, mas agora recuperei a frescura. Penso que se continuar a trabalhar consigo mais títulos. Ainda vou jogar mais em terra batida e espero alcançar bons resultados”.

Pablo Cuevas deixou o mais importante para o fim. “É muito bom viajar com a família. Vamos continuar a viajar juntos, mas a verdade é que passo muitas semanas longe de casa. Espero voltar no próximo ano”, concluiu o uruguaio que se vai colar ao top 50 na próxima semana (#51).


Total
10
Shares
Total
10
Share