Francisca Jorge vende muito cara a derrota contra a primeira cabeça de série

Chegou ao fim na tarde desta quinta-feira a excelente prestação de Francisca Jorge na variante individual do Figueira da Foz International Ladies Open 2019, com a jogadora vimaranense a levar a principal candidata ao título literalmente ao limite antes de ser derrotada nos oitavos de final.

Frente a frente com a muito mais cotada letã Diana Marcinkevica, atual 221.ª colocada do ranking WTA, a número dois portuguesa e 52.ª ITF obrigou a sua adversária a ter de puxar dos galões: não só forçou o primeiro set a um tiebreak antes de o perder, como também arrecadou mesmo o segundo parcial para levar a decisão do duelo a uma terceira e decisiva partida.

Chegadas à ‘negra’, a maior experiência de Marcinkevica, de 26 anos, em fases capitais de encontros deste género acabou por prevalecer apesar da jovem lusa de apenas 19 anos de idade ter incomodado e muito na hora de “fechar as contas”. No final, contudo, a vitória sorriu mesmo à melhor classificada das protagonistas, que avançou assim para os quartos de final com um duro triunfo por 7-6(2), 5-7 e 6-3 ao cabo de três horas e dois minutos de batalha.

Desta forma, Francisca Jorge termina de cabeça bem erguida a sua campanha na competição de singulares do evento conimbricense de 25.000 dólares + alojamento com mais uma excelente exibição e foca-se agora exclusivamente na vertente de pares, onde ainda hoje procura a passagem às meias-finais ao lado da espanhola Olga Parres Azcoitia.


Total
5
Shares
Total
5
Share