João Sousa faz história em São Petersburgo

Melhor jogador português da actualidade e 89º classificado no ranking mundial masculino, João Sousa voltou a escrever história no ténis português ao atingir pela primeira vez na sua carreira os quartos-de-final de um ATP 250 disputado em piso rápido, mais precisamente no St. Petersburg Open 2013, na Rússia – um torneio que distribui 455.775 dólares norte-americanos em prémios monetários.
Depois de ter derrotado o italiano Paolo Lorenzi na primeira eliminatória, o jogador vimaranense de vinte e quatro anos somou esta quinta-feira uma boa vitória sobre o ucraniano Sergiy Stakhovsky (ex-top40 mundial e carrasco de Roger Federer na segunda ronda de Wimbledon) pelos parciais de 3-6 6-4 6-0.
Se o primeiro set havia começado da melhor forma para Sousa, a verdade é que Stakhovsky usufruiu de toda a sua experiência para levar a melhor no capítulo da conversão dos break points, onde o jogador português se mostrou muito mais eficaz nos dois últimos parciais, apresentando-se ainda mais confiante e eficaz em todas as pancadas que executou.

Estatísticas do encontro:

Sergiy Stakhovsky: 10 ases, 3 duplas faltas, 65% de primeiros serviços colocados (55% desses pontos ganhos), 2 de 5 break points convertidos, 73 pontos ganhos no total.

João Sousa: 2 ases, 2 duplas faltas, 58% de primeiros serviços colocados (80% desses pontos ganhos), 5 de 11 break points convertidos, 81 pontos ganhos no total.

Nos quartos-de-final (os segundos da sua carreira em torneios ATP 250, depois de ter atingido esta mesma etapa no Estoril Open 2012), que serão disputados esta sexta-feira, João Sousa medirá forças com o vencedor do embate 100% russo entre o qualifier Konstantin Kravchuk e o quarto pré-designado Dmitry Tursunov, que ocupa o trigésimo segundo posto no ranking mundial.

Fotografia de Christopher Levy gentilmente cedida ao Ténis Portugal.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
0
Share