Gaspar Murta, guerreiro, segue em frente

Foi com uma aguerrida vitória que o português André Gaspar Murta (613º ATP) deu início à sua participação na fase de qualificação da edição deste ano do Portugal Open. 
A competir pela segunda vez na sua carreira nos courts do Jamor, o algarvio de 19 anos, que o ano passado não foi além da segunda eliminatória do qualifying, derrotou esta tarde o russo Mikhail Elgin (ex-top 125 em 2009) pelos parciais de 6-2 6-7(5) 7-6(4), em 2h53. 
Naquele que foi o encontro mais longo da jornada masculina, Gaspar Murta entrou de forma autoritária no encontro e averbou o primeiro parcial para o seu lado sem dificuldades de maior. No segundo set, o tenista da Rússia elevou o nível de jogo e chegou a forjar uma vantagem de 4-1, que Murta acabou por anular ao vencer quatro encontros de uma assentada. No entanto, o atleta português vacilou no momento de fechar o encontro e acabou por ceder num disputado tie-break. De regresso ao court para o terceiro e decisivo set, o equilíbrio manteve-se como nota dominante, mas o tenista português mostrou-se mais forte e capaz no desempate, carimbando assim o acesso à segunda ronda.
Na próxima eliminatória, que será jogada amanhã, Gaspar Murta terá uma árdua tarefa diante do experiente espanhol Daniel Gimeno-Traver, 2º cabeça de série da fase prévia e ex-top 50 em 2013, que venceu facilmente no dia de hoje o italiano Alessandro Petrone por 6-1 6-1.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
0
Share