Porto Open já tem definidos os protagonistas das finais de singulares

Foram encontrados este sábado os quatro finalistas dos quadros de singulares da edição de 2016 do Porto Open, torneio que decorre nos campos de terra batida do Clube de Ténis do Porto e que distribui 35.000 dólares em prémios monetários.

No que toca ao setor feminino, o grande protagonismo vai para Inês Murta (579.º), que garantiu ao início da tarde o apuramento para a sua segunda final da carreira, ao bater a romena, segunda cabeça de série, Daiana Negreano por 6-4 e 6-4. Na final, a tenista algarvia de apenas 19 anos irá defrontar Nina Stadler (785.º) que afastou a alemã Dana Kremar pelo parciais de 6-4 e 6-4.

Quanto à grande decisão no setor masculino, também os respetivos vencedores dos encontros das meias-finais não tiveram problemas de maior em avançar para a final. O primeiro finalista encontrado foi o espanhol Ricardo Ojeda Lara, que terminou com a excelente prestação do qualifier Laslo Urrutia Fuentes ao vencer por 6-2 e 6-2, enfrentando na final o francês Gianni Mina, responsável pela eliminação de Germain Gigounon (6-3 e 6-4).


Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
0
Share