Francisco Cabral e Tiago Cação reagem ao primeiro título enquanto dupla

VILAMOURA – Foi com o título de pares nas mãos que Francisco Cabral e Tiago Cação terminaram a primeira semana do Cascais NextGen Tour. A dupla conquistou esta semana o primeiro título enquanto equipa e no final do encontro destacou o excelente entrosamento para o sucesso na variante.

“Treinamos juntos há mais ou menos um ano e meio e já tínhamos sido campeões nacionais (2016), mas ao nível Future não tinha corrido assim tão bem. Este ano voltámos a apostar outra vez e já tínhamos feito uma final a semana passada que perdemos nos detalhes. Voltámos a jogar juntos e já percebemos o que cada um está a fazer”, disse Francisco Cabral em declarações ao RAQUETC.

Também Tiago Cação tem a mesma opinião. “Jogámos bem estas duas semanas e entendemos-nos bem. Acho que o mais importante de tudo foi ter-nos ajudado um ao outro a melhorar os erros”, comentou.

Quanto aos singulares e à importância de variante de pares nos mesmos, o tenista de Peniche declara que são um complemento. “Os pares são sempre importantes para se aplicar o que trabalhamos. É uma ajuda para nos dar mais confiança, para nos dar mais jogos nas pernas para depois nos singulares conseguir estar na melhor forma”.

Já o tenista do Porto abordou a sua temporada de singulares até ao momento, afirmando que apesar dos resultados não corresponderem às suas expectativas, que estes vão acabar por aparecer mais tarde ou mais cedo.

“Esta época para mim nos singulares está um bocadinho difícil. Sinto que melhorei, que trabalhei bem na pré-época mas que os resultados ainda não apareceram. Confio no trabalho, confio no que tenho feito e sei que os resultados vão chegar”, conclui.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share