Altug Celikbilek completa semana de sonho e conquista o primeiro título Challenger no Porto Open

Inês Grosso Cruz/Raquetc

PORTOAltug Celikbilek nunca se vai esquecer da cidade invicta: este domingo, o turco que é o número 247 do ranking mundial colocou a cereja no topo do bolo ao derrotar o francês Quentin Halys (197.º) por 6-2 e 6-1 em apenas 67 minutos para vencer o Porto Open e conquistar o primeiro título Challenger da carreira.

Aos 24 anos, Celikbilek protagonizou uma semana de sonho no Complexo Desportivo do Monte Aventino: depois de superar o qualifier japonês Yosuke Watanuki (254.º) por 6-3, 6-7(5) e 6-3 na primeira ronda, surpreendeu o primeiro cabeça de série, Thiago Seyboth Wild (126.º), na segunda, com os parciais de 7-6(5) e 6-3. Depois, passou pelo japonês Tatsuma Ito (227.º) com 7-5 e 6-3 e nas meias-finais ligou o modo rolo compressor para afastar o ex-top 40 Sergiy Stakhovsky (atual 242.º) por 6-2 e 6-1, um domínio que replicou na final deste domingo, surpreendentemente resolvida sem história frente a um adversário mais credenciado e em forma.

A protagonizar a melhor temporada da carreira, o tenista natural de Antália (onde começou o ano com a primeira vitória de sempre em quadros principais de torneios ATP) e residente na capital Istambul já tinha disputado uma final Challenger em março, no piso rápido de São Petersburgo, mas foi desta, em solo português, que conseguiu celebrar.

A vitória de Altug Celikbilek colocou um ponto final na primeira aventura do Porto Open enquanto torneio do ATP Challenger Tour. 22 anos após a sua fundação, o maior evento da cidade invicta alcançou um dos objetivos a que se tinha proposto nos últimos anos e pretende consolidar-se a este nível ao mesmo tempo que continua a desenhar o upgrade dos quadros femininos.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share