Zverev conquista Jogos Olímpicos e dá primeiro ouro em singulares masculinos à Alemanha

Alexander Zverev é medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O alemão venceu, este domingo, o russo Karen Khachanov por 6-3 e 6-1 na final do torneio olímpico e assegurou o primeiro ouro em singulares masculinos para a Alemanha em toda a história da competição.

O embate foi todo ele controlado pelo germânico, que ditou o ritmo a que se jogou e criou sempre muitas dificuldades a Khachanov. Com um ténis mais variado, Zverev fez mossa nos segundos serviços do adversário e obrigou em vários momentos a que Khachanov entrasse em rallies mais longos e cometesse erros. O alemão enfrentou apenas um break point — que salvou — em todo o encontro e na resposta foi avassalador, tendo aproveitado quatro de oito ocasiões para quebrar o serviço ao tenista russo.

Aos 24 anos, Alexander Zverev ainda não leva nenhum título do Grand Slam no currículo, mas entra já numa lista a que nem todos chegaram: a de medalhista de ouro em Jogos Olímpicos. Karen Khachanov sai de Tóquio com a medalha de prata e com um grande nível de ténis, que lhe permitiu atingir uma final surpreendente. O bronze ficou para Pablo Carreño Busta, que derrotou Novak Djokovic no sábado.

Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Total
2
Share