João Sousa derrotado na estreia no Challenger de Orleães

Beatriz Ruivo/FPT

O português João Sousa não teve a estreia desejada no Challenger 125 de Orleães, em França. Esta terça-feira, o vimaranense não foi capaz de ultrapassar o belga Ruben Bemelmans (222.º ATP) e cedeu na primeira ronda pelos parciais de 6-4, 4-6 e 6-4, ao cabo de duas horas e 24 minutos de encontro.

O confronto direto era favorável a Bemelmans, que tinha superado Sousa em dois dos três encontros que disputaram anteriormente e sempre em condições de piso rápido indoor, as mesmas que se verificam em Orleães. O número dois nacional não serviu tão bem quanto tem feito nos últimos torneios, mas ainda assim foi capaz de equilibrar a contenda diante do ex-número 84 mundial.

Apesar de ter sofrido a primeira quebra de serviço logo no segundo jogo, o pupilo de Frederico Marques manteve-se focado e conseguiu responder na mesma moeda de imediato. No que restou do parcial, ambos tiveram oportunidades para fazer novo break — Bemelmans teve ainda assim mais do que Sousa — e acabou por ser o belga a conseguir dar o passo em frente com uma preciosa ajuda de Sousa, que cometeu uma dupla falta quando enfrentava o primeiro set point.

Em desvantagem, João Sousa teve de correr atrás do resultado e conseguiu ser o mais forte na segunda partida. O duelo continuou a ser ditado pelos rallies de fundo do court, mas o vimaranense procurou subir à rede em alguns momentos e sempre com relativo sucesso. Uma quebra de serviço conseguida no quinto jogo do parcial acabou por ser crucial para o desfecho, com Sousa ainda a eliminar quatro break points antes de empurrar o encontro para a terceira partida.

Os primeiros break points do terceiro set pertenceram a Bemelmans, mas o belga não conseguiu concretizar. O mesmo se aplica a João Sousa, que teve um único break point e não conseguiu converter. Num duelo extremamente equilibrado, os dois tenistas foram confirmando os jogos de serviço com relativo à vontade até que o tenista de Guimarães cedeu perante o momento de elevada pressão. A ter de servir a 4-5 para se manter no duelo, o português enfrentou o primeiro match point e acabou a colocar uma direita na rede que deu o triunfo ao adversário.

Apesar de novo desaire precoce, as projeções atuais não prevêem que João Sousa vá perder lugares no ranking esta semana. A situação, no entanto, poderá alterar-se com o desenrolar dos vários torneios que se estão a jogar. No calendário do tenista de 32 anos segue-se agora o regresso ao circuito ATP em Indian Wells, onde vai disputar a fase de qualificação.

Notícia atualizada pela última vez às 12h16.


Total
12
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
12
Share