Andrea Pellegrino derrota principal favorito ao título no CIF

Beatriz Ruivo/Del Monte Lisboa Belém Open

LISBOA – Andrea Pellegrino (258 do ranking ATP) bateu Thiago Monteiro (90.º) por 6-3 e 7-6(8) para conquistar uma das maiores vitórias da carreira e garantir uma vaga nos quartos de final do Del Monte Lisboa Belém Open, onde vai defrontar o português Frederico Silva.

Num duelo empolgante iniciado com sol mas terminado já de noite, o italiano de 24 anos – que foi 234 este ano e já amealhou um título Challenger, em Abril, na capital do seu país – teve momentos onde jogou em estado de graça, sobretudo no primeiro parcial, onde só enfrentou dois pontos de break (salvos com ases), fazendo uso da sua poderosa direita e do seu bom serviço.

O brasileiro de 27 anos – a disputar o sétimo encontro em solo português, depois do título em Braga – não encontrou soluções para contrariar o nível do opositor, que disparou winners constantemente. Até ao 6-3, 5-4 foi uma exibição perfeita do transalpino, mas aí tudo mudou: a 30-15, Monteiro ganhou uma longa troca de bolas e provocou mossa nas pancadas seguintes, com Pellegrino a cometer uma dupla falta e um erro de direita.

O tenista de fortaleza foi capaz de conduzir o segundo set a um tie-break e deve estar a pensar como não o venceu, já que dispôs de três set points consecutivos, todos muito bem salvos, diga-se, pelo não favorito. A partir desse momento, Pellegrino voltou a ser o melhor dos dois, como em praticamente todo o embate, e fechou este intenso compromisso ao terceiro match point, com um amortie de direita. Depois do desaire de Taro Daniel na passada terça-feira, segundo cabeça de série, era a vez do melhor ranquado em prova sair de cena.

Esta foi a primeira vitória de Andrea Pellegrino sobre Thiago Monteiro ao quarto frente a frente entre ambos e o triunfo do tenista de 24 anos sobre elementos do top 100 mundial, garantido uma vaga no quinto quarto final da temporada. Na fase nos oito melhores, na sexta-feira, o italiano vai medir forças com o caldense Frederico Silva, a quem já bateu em 2016, num torneio Challenger em Roma, também em terra batida.


Total
8
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
8
Share