Andy Murray com vitória tranquila frente a lucky loser na estreia em San Diego

O confronto entre Andy Murray (109.º) e Kei Nishikori era o prato forte da jornada de abertura do estreante ATP 250 de San Diego, contudo, a desistência do nipónico veio estragar os planos, mas não a festa do britânico. O antigo número um mundial avançou para a segunda ronda ao derrubar de forma categórica um dos nomes da casa.

Foi Denis Kudla (94.º) a ter uma nova oportunidade na Califórnia após o desaire na última ronda do qualifying, mas a sua “segunda vida” foi curta: o convidado Andy Murray liderou o rumo dos acontecimentos para fixar um triunfo concludente em 6-3 e 6-2, ao fim de 70 minutos.

Com uma exibição digna de registo e a deixar bons indícios para o futuro, Murray não enfrentou um único ponto de break em qualquer um dos sets e com três quebras a seu favor — uma no primeiro parcial e duas no segundo — sentenciou o desfecho final num encontro onde a primeira pancada foi uma das armas mais letais: venceu 90% dos primeiros serviços.

O antigo número um do Mundo tem um arranque muito positivo naquela que é uma das provas mais fortes da categoria e vai cruzar-se com um dos grandes candidatos ao título no próximo desafio: encara pela primeira vez na carreira o segundo pré-designado Casper Ruud (10.º cotado mundial) em busca de um lugar nos quartos de final.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share