Dmitry Popko conquista o Del Monte Lisboa Belém Open e celebra pela primeira vez no circuito Challenger

Beatriz Ruivo/Del Monte Lisboa Belém Open

LISBOA — O cazaque Dmitry Popko (187.º classificado no ranking ATP) tornou-se no quinto campeão do Del Monte Lisboa Belém Open ao derrotar o italiano Andrea Pellegrino (258.º) por 6-2 e 6-4 na final deste domingo.

Dois dias depois de ter anulado dois match points no encontro dos quartos de final frente ao português João Domingues, o cazaque nascido em São Petersburgo, na Rússia, dominou a final do início ao fim para vencer em 1h38 e conquistar o título mais importante da carreira à terceira tentativa, depois de finais perdidas em Shymkent (Cazaquistão) e Praga (República Checa) em maio de 2019 e agosto de 2021, respetivamente.

Numa final um pouco atrasada devido à chuva que caiu durante a noite em Lisboa, e jogada em condições pesadas e escorregadias, a consistência de Popko (mais visível em condições mais lentas) complicou as contas a Andrea Pellegrino, que tentava o segundo título de carreira. Além disso, o serviço pesado do cazaque é igualmente eficaz neste tipo de dias e o tenista de 24 anos só cedeu o ‘saque’ numa ocasião, ao passo que o italiano cedeu por quatro vezes, cometeu demasiados erros e nem os amorties resultaram quase sempre, tudo provocado pela capacidade de Popko em chegar a mais uma bola.

Dmitry sucede a Oscar Otte, Tommy Robredo, Roberto Carballes Baena e Jaume Munar como campeões deste torneio.

 


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share