Francisca Jorge desperdiça oportunidades e é eliminada na primeira ronda do Loulé Open

LOULÉ — A número um portuguesa, Francisca Jorge (378.ª do ranking WTA), foi derrotada na primeira ronda do Loulé Open e deixou o quadro principal de singulares do torneio internacional de 25.000 dólares sem representantes nacionais.

À procura da primeira vitória de singulares em três semanas, a jovem vimaranense de 21 anos teve várias oportunidades para conseguir um resultado favorável, mas perdeu por 7-5 e 6-4 em 1h51 com a italiana Jessica Pieri (279.ª).

Com mais ténis do que a adversária em todos os capítulos, Francisca Jorge teve pontos para fechar os primeiros sete jogos do encontro, mas não conseguiu capitalizar a superioridade e permitiu que a adversária italiana ganhasse uma segunda vida na reta final do primeiro parcial, primeiro ao quebrar-lhe por duas vezes consecutivas o serviço (para o 5-4 e para o 6-5) e depois ao vencer um jogo muito disputado para fechar a partida.

As oportunidades desperdiçadas fizeram com que a número um portuguesa perdesse a concentração no arranque do segundo set, em que Pieri venceu 16 dos 20 primeiros pontos e fez rapidamente o 4-0. No entanto, a atleta do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis reencontrou-se e recuperou do 5-1 para o 5-4 para colocar a pressão no serviço da transalpina, mas uma série de erros impediu a reviravolta no marcador e ditou o seu afastamento.

A derrota de Francisca Jorge significou o fim da participação portuguesa nos quadros de singulares do primeiro Loulé Open feminino sem que se registassem vitórias nesta variante. Já nos pares, Francisca Jorge e a irmã, Matilde Jorge, qualificaram-se para os quartos de final na jornada anterior e esta quarta-feira ainda irá a jogo Inês Murta, depois da eliminação de Elizabet Hamaliy.


Total
6
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
6
Share