Fred Gil derrotado no regresso aos singulares em torneios profissionais dois anos depois

André Ferreira/FPT

Exatamente dois anos depois do último encontro, Fred Gil voltou a ir a jogo num quadro principal de singulares do circuito profissional, mas não conseguiu surpreender e foi derrotado pelo eslovaco Tomas Lipovsek Puches (681.º ATP) com os parciais de 6-1 e 6-2 na primeira ronda do Grupo Re/Max Lounge Setúbal Open, torneio internacional de 25.000 dólares.

Pouco mais de 24 horas depois de ter disputado três finais no Campeonato Nacional de Veteranos (venceu as de singulares e pares masculinos e perdeu a de pares mistos), o sintrense de 36 anos — que devido ao congelamento dos rankings por causa da pandemia ainda figura no 792.º lugar — aceitou um convite da organização e foi a jogo no Clube de Ténis de Setúbal, mas acusou o cansaço e sobretudo a falta de ritmo competitivo ao mais alto nível e perdeu em 69 minutos.

O encontro desta quarta-feira foi o primeiro de singulares por parte de Fred Gil em torneios profissionais desde que perdeu na segunda ronda do ITF de 25.000 dólares de Tavira em outubro de 2019. Depois, uma complicada lesão no pé afastou-o dos courts e incentivou-o a começar a carreira de treinador, mas pelo meio o ex-finalista do Estoril Open (em 2010) entrou em ação na variante de pares em seis torneios internacionais, três deles na reta final de 2020 e os restantes nos primeiros meses de 2021).

Recentemente, numa entrevista a propósito do Lisboa Belém Open, Gil reforçou a intenção de voltar a competir em singulares no circuito internacional.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share