Nuno Borges não resiste a antigo top 50 e cede na segunda ronda em Barcelona

Beatriz Ruivo/Del Monte Lisboa Belém Open

Nuno Borges (273.º) concluiu esta quinta-feira a campanha no quadro de singulares do Challenger de Barcelona, após ter perdido nos detalhes diante do antigo número 43 mundial Teymuraz Gabashvili, atualmente na 270.ª posição. O maiato esteve muito próximo de vencer qualquer um dos sets, mas o veterano russo de 36 anos sorriu no fim, com os parciais de 7-6(6) e 7-5.

A primeira quebra de serviço sofrida pertenceu a Nuno Borges e logo de seguida surgiu uma troca de breaks contínua. As três quebras para cada lado forçaram a ida ao tie-break e foi apenas no derradeiro período do primeiro parcial que Teymuraz Gabashvili consolidou a liderança, à terceira tentativa.

Com sinais de querer dar a volta ao resultado, Nuno Borges não baixou a cabeça e o foco perdurou. O português traçou novos obstáculos ao russo, mas uma quebra efetuada não foi suficiente para recuperar as duas sofridas e a hipótese de ida ao terceiro set fugiu-lhe das mãos.

Enquanto Teymuraz Gabashvili marca duelo com Dimitar Kuzmanov (218.º) na próxima ronda na terra batida de Barcelona, Nuno Borges coloca todas as suas aspirações na variante de pares do torneio. A parceria formada com Francisco Cabral — que lhes rendeu duas finais no circuito secundário nas últimas duas semanas — continua a dar frutos e o duo luso atua esta tarde frente a Denys Molchanov e David Vega Hernandez, sendo a vitória sinónimo de apuramento para as meias-finais.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share