Tiago Boschmans, Constança Azinhaga e Sana Garakani na segunda ronda em Vale do Lobo

Sara Falcão/FPT

A jornada desta terça-feira no Vale do Lobo Junior Open apurou mais três tenistas portugueses para a segunda ronda, num total de nove vencedores lusos em singulares no dia de hoje. Tiago Boschmans juntou-se a Nuno Pinheiro como o único vencedor nos singulares masculinos, ao passo que Constança Azinhaga e Sana Garakani venceram os respetivos compromissos e entraram para uma lista de vencedoras onde já estavam Mariana Campino, Angelina Voloshchuk, Maria Garcia, Maria Pinto e Jéssica Para.

Segundo cabeça de série na prova masculina, Tiago Boschmans — 731.º no ranking mundial de juniores — não teve problemas de maior para derrotar o espanhol Luis Llorens, que não tem ranking. O tenista de 15 anos venceu por 6-2 e 6-3 e marcou encontro na segunda ronda com o helvético Matteo Lavizzari, 1582.º na hierarquia.

Depois de Nuno Pinheiro, Tiago Boschmans foi o único português a vencer esta terça-feira no quadro masculino em Vale do Lobo. Duarte Brito foi derrotado por 7-6[1] e 6-3 pelo belga Niels Ratiu e ficou arredado da prova. Também afastados foram João Portugal (6-3 e 6-2 frente a Joan Nadal Vives), Guilherme Alves (6-1 e 6-2 frente a Alec Gaudin), Duarte Correia (6-4, 2-6 e 6-4 frente a Lukas Rais), Júnior Ribeiro (6-0 e 6-1 contra Simon Daune), André Stewart (6-2 e 6-2 frente a Carlo Alberto Caniato), Duarte Trocado (6-2 e 6-2 perante Florent Limani) e Filipe Krohn da Silva (3-6, 6-2 e 6-2 frente a Flavio Abbate).

Passando ao quadro feminino, Constança Azinhaga teve uma estreia segura. A tenista de 16 anos, que ocupa o 2726.º lugar no ranking mundial do escalão, derrotou a húngara Vivien Noemi Faludi, 3174.ª no ranking, com os parciais de 6-2 e 6-4. A próxima adversária de Azinhaga é a marroquina Amina Zeghlouli, nona favorita ao título.

Ainda no quadro feminino, Sana Garakani teve uma estreia impecável. A luso-iraniana, oitava cabeça de série, derrotou a portuguesa Maria João Fonseca por 6-1 e 6-2 para marcar encontro com a irlandesa Zara Burns na segunda ronda. No lado menos positivo para as cores nacionais , Katarina Railean foi afastada, ao perder por 6-1 e 6-0 frente a Vittoria Benedetti.

Nos pares, Tiago Abreu e Rodrigo Fernandes superaram uma maratona frente aos sextos cabeças de série, Markus Giersiepen Garcia e Jinpeng Tang, para vencer por 6-7[7], 7-5 e 14-12. Filipe Krohn da Silva e Filipe Grebentsov também seguiram em frente, ao derrotarem Simon Daune e Niels Ratiu por 6-4 e 6-4, ao passo que Nuno Pinheiro e Tiago Silva, campeões em Portimão, estrearam-se com uma vitória por 6-3 e 6-4 frente a Flavio Abbate e Carlo Alberto Caniato.

Por outro lado, o par composto por Duarte Correia e Martim Sousa foi afastado pelos helvéticos Adrien Berrut e Florent Limani, com os parciais de 6-2 e 6-2. Pedro Estrela e João Maia também não passaram da estreia, ao perderem por 6-4 e 6-2 para os espanhóis Oscar Morales Barrera e Ivan Perez Martin, e a eles juntaram-se os pares compostos por Diego Fernandez da Silva e José Freitas (perderam por 6-3 e 7-5 frente a Brooklyn Bamburac e Andrés De los Rios Kolejewska) e David Gomes e Miguel Simão (perderam por 6-1 e 6-2 frente a Tudor Batin e Alaa Trifi), bem como João Portugal, que fez par com o britânico Charlie Robertson e cedeu por 4-6, 7-6[5] e 11-9 para George Russell e Adrian Cristian Gheorghe.

Nos pares femininos, Maria Pinto e Sofia Pinto entraram com o pé direito, ao derrotarem a portuguesa Beatriz Casaca e a indiana Diva Bhatia por 6-0 e 6-3. Analu Freitas e Angelina Voloshchuk, outro par totalmente luso, venceram Vivien Noemi Faludi e Sophia Ksandinov por 6-2 e 6-1 e também seguiram em frente na prova. A estas quatro tenistas lusas junta-se ainda Maria Garcia, que faz par com a espanhola Irene Fuster Hidalgo. O par luso-espanhol afastou as portuguesas Mafalda Almeida e Carolina Mesquita por 6-3, 2-6 e 10-4. Também afastadas do quadro de pares estão Inês Rodrigues e Raquel Rodrigues (retiraram-se quando perdiam por 5-0 frente a Cecily Cortes e Sofia Neri), Maria João Fonseca e Katarina Railean (6-4, 0-6 e 10-6 frente a Daisy Clifford e Charlotte Johns) e Adriana Pellizzari (fez dupla com a francesa Juliette Trunet e cedeu por 6-0 e 6-2 para as polacas Julia Daroszewska e Dominika Podhajecka).


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share