Matilde Jorge junta-se a Francisca Jorge em final de irmãs no Campeonato Nacional

OEIRASPrimeiro Francisca Jorge, depois Matilde Jorge. Tal como em 2019, na Quinta da Magnólia (Funchal), também em 2021, no Complexo de Ténis do Jamor (Oeiras) as duas irmãs vimaranenses vão medir forças na final de singulares femininos do Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto.

Nas meias-finais desta sexta-feira, Matilde Jorge levou a melhor num duelo muito equilibrado que colocou frente-a-frente duas vice-campeões ao derrotar Inês Murta (finalista em 2014, 2015 e 2020) por 7-6(4) e 7-6(6) em 2h30.

Ainda no primeiro ano de sub 18, a mais nova das duas irmãs de Guimarães recuperou de um break de desvantagem para vencer o primeiro set e depois colocou-se em posição de liderança no segundo, mas voltou a ter de disputar um tie-break, no qual precisou de anular um set point para conseguir evitar uma terceira partida e carimbar a vitória.

Vice-campeã nacional absoluta em 2019, Matilde Jorge (que é a atual campeã nacional de sub 18 e ainda tem mais um ano como júnior) vai voltar a medir forças com a irmã, Francisca Jorge, precisamente a jogadora que a derrotou na final de há dois anos, na Madeira, e que em 2021 procura um quinto título consecutivo.

Antes, as duas ainda entrarão em court lado a lado para disputarem a final de pares contra Elizabet Hamaliy e Sara Lança, marcada para a tarde desta sexta-feira.

Total
14
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Total
14
Share