Gastão Elias evita a surpresa e vence com reviravolta no Maia Open II

Sara Falcão/FPT

MAIA – De regresso à competição após desistência antes dos quartos de final do primeiro Maia Open, Gastão Elias (219 do ranking ATP) teve de se aplicar para bater o ucraniano Oleksii Krutykh (397.º) com os parciais de 4-6, 6-2 e 7-5 e garantir acesso à segunda ronda.

Não foi um embate nada fácil para o antigo número 57 do mundo, que precisou de 2h36 para resolver a questão. Apto para ir a jogo mesmo com as pequenas dores no ombro direito sentidas nos últimos dias, Elias cedo ficou em desvantagem no marcador, e mesmo que tenha recuperado, acabou por cometer alguns erros na ponta final do primeiro parcial que lhe custaram a derrota.

Frente a um adversário muito agressivo e com o controlo de boa parte das trocas de bola (também devido à menor velocidade no serviço de Gastão Elias), o lourinhanense apostou em algumas variações de ritmo com a esquerda e teve de estar disponível fisicamente para lutar. No segundo set a chave foi o serviço do português, pancada fundamental para salvar cinco pontos de break, sempre na direita de Krutykh. O opositor de 21 anos não teve grandes hipóteses nesses momentos e depois disso Gastão Elias foi capaz de conquistar duas quebras de serviço para levar o encontro a um parcial final.

No set decisivo, o tenista de 31 anos pareceu estar no comando e foi o único a ameaçar o serviço do adversário até ao sétimo jogo, quando perdeu o break de avanço. Novamente quebrado no nono jogo (com muitos winners de Krutykh), Elias viu o opositor servir para o triunfo a 5-4, mas nessa altura disparou três erros não provocados, com o mais experiente a obrigar o ucraniano a jogar sempre mais uma pancada.

Ao 5-5, o jogador de leste – que se estreou no ATP Challenger Tour este ano e já logrou umas meias-finais – ficou crivado de cãibras e não conseguiu voltar a ser oposição nos dois jogos finais.

Gastão Elias vai agora defrontar na segunda ronda do Maia Open II o espanhol Nikolas Sanchez Izquierdo, que no primeiro dia do quadro principal, na passada segunda-feira, ultrapassou em três longos parciais o compatriota Javier Barranco Cosano, recuperando de dois breaks em atraso no parcial conclusivo.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share