Anfitriã Austrália celebra triunfo surpreendente sobre a Itália numa jornada eletrizante

A sessão noturna desta segunda jornada de ATP Cup centrou todas as emoções e ambos os confrontos foram decididos no limite e de forma eletrizante: enquanto os anfitriões australianos foram capazes de contornar a Itália – uma das favoritas ao título -, também os britânicos alcançaram uma surpreendente vitória perante a Alemanha, outra das seleções mais credenciadas.

Jannik Sinner, número 10 do Mundo e segundo italiano, concluiu com excelência a tarefa perante o australiano Max Purcell (176.º) e em pouco mais de uma hora anotou os esclarecedores 6-1 e 6-3 para colocar os transalpinos na liderança e a um passo da primeira vitória.

Mas a remontada australiana estava ao virar da esquina e Alex de Minaur (34.º) vestiu a capa de herói para bater Matteo Berrettini (7.º) por 6-3 e 7-6 (4) e levar a decisão para o duelo de pares. Já pela noite dentro, o palco esteve ao rubro e, para contentamento do público da casa, o par constituído por Luke Saville e John Peers foi mais forte que Simone Bolelli e Matteo Berrettini e celebraram o êxito graças aos parciais de 6-3 e 7-5.

A noite foi de festa também para o conjunto da Grã-Bretanha, que não se deixou intimidar pela Alemanha. Daniel Evans (25.º) esteve indomável e cumpriu o seu compromisso frente a Jan-Lennard Struff (51.º) com os arrasadores 6-1 e 6-2. Mas os alemães não se deram por vencidos e o número três Alexander Zverev foi mais forte que Cameron Norrie (12.º) e igualou as contas em 7-6 (2) e 6-1.

O duelo de pares assumiu uma vez mais um papel preponderante e Daniel Evans voltou a pisar o court de olhos postos em mais uma vitória que viria a alcançar: agora ao lado de Jamie Murray, logrou a glória perante Kevin Krawietz e Alexander Zverev, por 6-3 e 6-4.


Total
16
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
16
Share