Sorana Cirstea iguala melhor campanha no Australian Open ao travar 10.ª pré-designada

Cinco anos depois, Sorana Cirstea (38.ª) garantiu o regresso à segunda semana de Australian Open e igualou o melhor registo da carreira. Se em 2017 o acesso aos quartos de final foi-lhe negado por Garbiñe Muguruza, desta vez volta a ter a oportunidade de ser uma das últimas oito sobreviventes em Melbourne.

A jogadora romena de 31 anos saiu por cima de uma batalha de três parciais e deixou pelo caminho a décima pré-designada Anastasia Pavlyuchenkova (11.ª), por três vezes quarto-finalista da prova dos antípodas. Depois de ter vencido o primeiro parcial, sofreu a réplica aplicada pela russa para no set crucial voltar a ser mais eficaz e chegar ao resultado de 6-3, 2-6 e 6-2, concluídas quase duas horas de disputa.

Sorana Cirstea tem nas mãos a oportunidade de apontar um novo melhor registo no Australian Open e de chegar aos ‘quartos’ já alcançados na edição de 2009 de Roland-Garros. Para voar mais longe em Melbourne Park, a romena vai ter de contrariar o favoritismo entregue à polaca Iga Swiatek, nona do Mundo que eliminou Daria Kasatkina (23.ª)


Total
6
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
6
Share