Swiatek supera desafio Kasatkina e regressa à quarta ronda do Australian Open

A polaca Iga Swiatek assinou este sábado o bilhete de regresso à quarta ronda do Australian Open, onde esteve nas duas últimas temporadas. A tenista de 20 anos superou a russa Daria Kasatkina (23.ª WTA) por 6-2 e 6-3, num encontro onde os parciais não traduzem a forte oposição que Kasatkina proporcionou à número nove mundial.

Os primeiros break points do encontro surgiram até a favor de Kasatkina, que teve duas chances no terceiro jogo do primeiro set, mas cometeu um erro de esquerda na primeira oportunidade e viu Swiatek apagar a segunda com um ás. Como diz o ditado, quem não mata, morre e Swiatek fê-lo no jogo seguinte. A polaca precisou de três oportunidades, mas confirmou o break numa sequência de pontos terrível para Kasatkina, que ofereceu o break point com uma dupla falta e o break com um erro de direita.

A liderar por 3-1, Swiatek continuou a ter que lidar com forte pressão por parte de Kasatkina, que deu muito trabalho à polaca. De forma a confirmar o break, Swiatek precisou das vantagens para fechar o jogo de serviço e, pouco depois, teve de eliminar mais dois break points para chegar ao 5-2, antes de garantir a vitória no set com mais um break, cortesia de um erro de esquerda por parte de Kasatkina.

O segundo parcial arrancou com Iga Swiatek a abrir uma vantagem de 2-0, fruto de novo break. No entanto, Kasatkina conseguiu finalmente converter as oportunidades e fez o contra-break de imediato, tendo depois eliminado um break point para confirmar o 2-2 no marcador. De seguida, a russa voltou a ter duas oportunidades para novo break, que lhe daria a liderança, mas não capitalizou. E, à semelhança do primeiro parcial, Swiatek desferiu o golpe logo a seguir. A polaca revelou maior eficácia nos break points e chegou ao 4-2, tendo depois confirmado o break com um jogo em branco. Quando voltou ao serviço, Swiatek já servia para a vitória e não desperdiçou a oportunidade.

Campeã de Roland-Garros em 2020, Iga Swiatek nunca foi mais longe do que a quarta ronda em nenhum dos outros três torneios do Grand Slam. O Australian Open poderá ser o palco onde essa barreira é ultrapassada pela jovem polaca, caso esta consiga bater Sorana Cirstea (38.ª WTA) ou Anastasia Pavlyuchenkova (11.ª WTA) na próxima eliminatória.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share