Berrettini faz história com apuramento para os quartos de final do Australian Open

O italiano Matteo Berrettini fez este domingo história para o ténis italiano. O tenista transalpino apurou-se para os quartos de final do Australian Open e tornou-se apenas no segundo tenista do país a consegui-lo na Era Open, depois de Cristiano Caratti. Em plena sessão noturna, na Rod Laver Arena, o sétimo cabeça de série derrotou o espanhol Pablo Carreño Busta (21.º ATP) por 7-5, 7-6[4] e 6-4.

A defrontar um espanhol pela segunda ronda consecutiva (afastou Carlos Alcaraz na última eliminatória), Berrettini esteve bem mais convincente e venceu com autoridade. O italiano deu uma lição ao nível do serviço e apontou 28 ases, ao mesmo tempo que colocou 77% dos primeiros serviços e venceu 87% dos pontos disputados com a primeira bola (62/71). Em todo o embate, o número sete mundial enfrentou apenas um break point, quando servia a 6-5 para vencer o primeiro set, e conseguiu salvá-lo.

Imperturbável nos jogos de serviço, Matteo Berrettini destacou-se ainda pela produção de winners. Com a potência que o caracteriza em termos de jogo, o italiano disparou 57 winners contra apenas 29 de Carreño Busta. Em erros não-forçados, ambos ficaram próximos, com o espanhol a atingir os 30 erros e Berrettini a ficar pelos 27.

Para além de fazer história ao ser o segundo italiano a atingir os quartos de final em Melbourne Park na Era Open, Matteo Berrettini faz ainda história ao tornar-se no primeiro italiano a conseguir chegar aos quartos de final em todos os torneios do Grand Slam. Num outro dado curioso, Berrettini — finalista de Wimbledon na última temporada — conseguiu estes resultados sem nunca ter ganho a um tenista do top 10 nos quatro maiores torneios do calendário (não contabilizamos para esta estatística a vitória via walkover frente a Roger Federer em Roland-Garros).

À procura de prolongar a história e de chegar às meias-finais, Matteo Berrettini vai reeditar com Gael Monfils (20.º ATP) — venceu Miomir Kecmanovic (77.º ATP) por 7-5, 7-6[4] e 6-3 — o épico duelo da edição de 2019 do US Open. Na altura, Berrettini venceu em cinco sets exatamente na mesma fase da prova, os quartos de final, e garantiu o apuramento para umas meias-finais do Grand Slam pela primeira vez na carreira.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share