João Sousa: “Não é um torneio do qual esteja orgulhoso, nem em singulares nem em pares”

Millennium Estoril Open

ESTORIL – Minutos depois da derrota no torneio de pares do Millennium Estoril Open ao lado de Pablo Cuevas, João Sousa mostrou-se descontente com a sua participação na prova portuguesa. Apesar das boas sensações demonstradas no encontro de pares disputado esta quinta-feira, o jogador português considera que este “não é um torneio do qual esteja orgulhoso, nem em singulares nem em pares”.

“O ténis tem destas coisas, por vezes jogamos melhor e perdemos. Tivemos tudo para vencer, fomos claramente superiores mas perdemos, e isso é o que conta no final do encontro. Tinha muitas esperanças, jogamos muito bem na ronda anterior”, acrescentou o jogador de Guimarães sobre o encontro do torneio de pares.

“Jogamos muito bem o primeiro set e perdemos. Não entramos tão bem no segundo, mas mesmo assim tivemos oportunidades para vencer. Joguei a um bom nível mas este é problema do ténis, nem sempre se vence. Há que tirar ilações positivas, porque o ténis é mesmo assim”, disse João Sousa aos jornalistas presentes.

Por fim e tal como já tinha noticiado pelo Raquetc, o número um nacional de singulares concluiu a ronda de imprensa com o seu próximo destino. “Vou jogar em Madrid. Entrei no qualifying e em principio iremos para lá amanhã [sexta-feira]”.

Total
34
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Total
34
Share