João Sousa em grande plano alcança a 12.ª final da carreira em torneios ATP

Miguel Pinto/FPT

O português João Sousa (atual 79.º classificado na hierarquia mundial masculina) qualificou-se, esta sexta-feira, para a final de singulares do ATP 250 de Genebra, na suíça, que será a 12.ª decisão da carreira ao mais alto nível nesta variante.

Número um nacional, o vimaranense apurou-se para a decisão com um triunfou por 6-2 e 6-2 contra o francês Richard Gasquet (75.º), que com ele partilha um lugar na galeria de campeões do Millennium Estoril Open.

Aos 33 anos, João Sousa qualificou-se pela 12.ª vez na carreira para a decisão de um torneio ATP. A anterior aconteceu já este ano, na cidade indiana de Pune, e valeu-lhe o quarto título do currículo, pelo que este sábado terá a oportunidade de erguer pela quinta vez um troféu de campeão.

Para isso, João Sousa terá de derrubar o favorito Casper Ruud, da Noruega, que esta sexta-feira venceu o norte-americano Reilly Opelka por 7-6(2) e 7-5. Se conseguir vencer o jovem de 23 anos, que é o número oito mundial, então o pupilo de Frederico Marques celebrará pela primeira vez na carreira a conquista de dois títulos desta dimensão numa só temporada.

Mas antes há outra vitória a procurar: ainda este sábado, João Sousa tentará o apuramento para a final de pares ao lado do compatriota Francisco Cabral.


Total
178
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
178
Share