Nadal sobre a final: “Joguei com uma injeção no nervo que adormeceu o pé, foi por isso que aguentei”

Rafael Nadal está no limite. Décadas de competição contínua levem o corpo ao extremo e o pé esquerdo, que tem uma lesão crónica, ressente-se cada vez mais, como o espanhol tanto tem afirmado ao longo dos últimos tempos. E foi essa lesão que este domingo o obrigou a receber uma injeção no nervo para conseguir aguentar a final de Roland-Garros contra Casper Ruud.

“Hoje joguei sem sentir o pé porque recebi uma injeção no nervo que o ‘adormeceu’, foi por isso que consegui jogar”, explicou o maiorquino de 36 anos ao Eurosport, numa das entrevistas que deu em court após derrotar o norueguês por 6-3, 6-3 e 6-0.

Já à NBC, o recordista de títulos — não só em Paris (14), mas em torneios do Grand Slam — não deu garantias de um regresso ao torneio, precisamente pelos problemas físicos que o atormentam: “Não sei… Adorava voltar, mas ao mesmo tempo preciso de encontrar uma solução, porque não consigo continuar a fazer o que tenho feito.”


Total
20
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
20
Share