Vasco Pascoal e Peu Araújo são os novos campeões nacionais de padel

Vasco Pascoal e Peu Araújo formaram parceria no Campeonato Nacional Absoluto de Padel pela primeira vez e só pararam com o troféu de campeões nas mãos, ao completarem um fim de semana perfeito na Quinta de Monserrate, em Matosinhos.

Segundos cabeças de série, Pascoal e Araújo derrotaram na final deste domingo os primeiros pré-designados, Miguel Oliveira e Afonso Fazendeiro, por 6-2 e 7-6(6).

A caminho da final, Vasco Pascoal e Peu Araújo precisaram de registar cinco vitórias e fizeram-no sempre em duas partidas: na primeira ronda superaram Miguel Vieira/Gonçalo Rigueira por 6-1 e 6-1, depois bateram Eduardo Lameiras/Guilherme Coelho por 6-2 e 6-2 , João Magalhães/Bernardo Bastos por 6-4 e 6-4 e, na meia-final, Diogo Schaefer/Diogo Rocha por 6-2 e 6-4.

Para Peu Araújo, a conquista deste domingo traduziu-se no primeiro título de campeão nacional, enquanto Vasco Pascoal consolidou o estatuto de recordista masculino: para além de um título de campeão nacional (2013) na prova que foi organizada pela Federação Portuguesa de Ténis entre 2011 e 2016, já venceu por nove vezes o torneio organizado pela Federação Portuguesa de Padel, títulos que divide com quatro parceiros. Destes, dois aguardam decisão final, uma vez que em 2019 e em 2021 Vasco Pascoal e Miguel Oliveira foram derrotados por Diogo Rocha e Antonio Luque na final, mas inicialmente foram considerados vencedores porque o espanhol, apesar de estar autorizado a participar na prova, não podia ser consagrado campeão nacional por não ter nacionalidade portuguesa.

Mais tarde, o Tribunal Arbitral do Desporto atribuiu o título a Diogo Rocha e Antonio Luque, mas Vasco Pascoal e Miguel Oliveira recorreram ao Tribunal Administrativo e aguardam a decisão final.

Historial de campeões nacionais de padel:

  • 2022: Vasco Pascoal e Peu Araújo
  • 2021: Vasco Pascoal e Miguel Oliveira***
  • 2020: Vasco Pascoal e Diogo Rocha
  • 2019: Vasco Pascoal e Miguel Oliveira**
  • 2018: Vasco Pascoal e Miguel Oliveira
  • 2017: Vasco Pascoal e João Bastos
  • 2016: Diogo Rocha e Miguel Oliveira / Pedro Alves e Pedro Franchi Mendes*
  • 2015: Diogo Rocha e Vasco Pascoal / Gonçalo Nicau e João Roque*
  • 2014: Diogo Rocha e Vasco Pascoal / Gonçalo Nicau e João Roque*
  • 2013: Diogo Rocha e Vasco Pascoal / Vasco Pascoal e Miguel Oliveira*
  • 2012: João Roque e Diogo Rocha*
  • 2011: João Roque Pedro Plantier*

*Campeonato Nacional organizado pela Federação Portuguesa de Ténis

**Vasco Pascoal e Miguel Oliveira foram derrotados na final por Diogo Rocha e Antonio Luque, mas considerados campeões nacionais porque o espanhol, apesar de estar autorizado a participar na prova, não podia ser consagrado campeão nacional por não ter nacionalidade portuguesa. Mais tarde, o Tribunal Arbitral do Desporto atribuiu o título a Diogo Rocha e Antonio Luque, mas Vasco Pascoal e Miguel Oliveira recorreram ao Tribunal Administrativo e aguardam a decisão final.

***Derrotados na final por Diogo Rocha e Antonio Luque, que apesar de poder participar na prova não pode ser consagrado campeão nacional por ter nacionalidade espanhola


Total
42
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
42
Share