Joana Baptista falha acesso ao quadro principal do Cantanhede Ladies Open

Rui Costa Freire

Joana Baptista foi a portuguesa que se evidenciou no arranque da fase de qualificação do Cantanhede Ladies Open, mas esta segunda-feira foi incapaz de prolongar o registo vitorioso e ficou próxima de se inserir no quadro principal do torneio que distribui 25.000 dólares em prémios monetários.

A portuense, que compete pela Boise State University no circuito universitário norte-americano, tinha aplicado um triunfo contundente na estreia, mas desta feita o desfecho foi outro. Ainda dificultou as contas à segunda pré-designada Emily Webley-Smith (951.ª WTA) e só se deu por vencida ao cabo de uma hora e meia de disputa, pelos parciais de 6-4 e 6-3.

A jogadora lusa de 21 anos, que é orientada pelo técnico Hugo Cunha, adia a oportunidade de voltar a competir num quadro principal do ITF World Tennis Tour com a sua última aparição a datar de julho de 2021. Deixa a representação nacional a cargo do quarteto diretamente apurado, Francisca Jorge, Matilde Jorge, Ana Filipa Santos e Sara Lança, e de Abril Neto, convidada pela organização.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share