Nuno Borges perde sorteio de lucky losers e precisa de mais desistências para sonhar com Wimbledon

Nuno Borges (122.º) cedeu esta quinta-feira no derradeiro compromisso da fase de qualificar do torneio de Wimbledon e ficou dependente de desistências para sonhar com a estreia no quadro principal no All England Club. O maiato foi um dos quatro sorteados para ocupar duas lacunas deixadas por Sebastian Korda (46.º) e Gael Monfils (23.º), mas a sorte não lhe bateu à porta e ficou à espera de uma nova oportunidade.

O checo Zdenek Kolar (120.º) e o francês Hugo Grenier (136.º) foram os felizardos no sorteio entre quatro dos que perderam na eliminatória de acesso ao quadro principal e garantiram as vagas enquanto dois primeiros lucky losers, substituindo os desistentes Korda e Monfils.

Em caso de nova desistência, é o norte-americano Stefan Kozlov (107.º) a rumar à primeira ronda do quadro principal, bastando a Nuno Borges – quarto melhor cotado dentro dos que perderam na terceira ronda do qualifying – um outro nome a desfalcar o evento para assegurar uma ‘segunda vida’ na relva britânica.

Independentemente do desfecho relativo aos singulares, Nuno Borges tem outro compromisso garantido no All England Club: vai unir forças ao compatriota Francisco Cabral na variante de pares, que corresponde à estreia lado a lado em torneios do Grand Slam. João Sousa é o outro representante luso no terceiro Major da temporada e teve acesso direto ao quadro principal.


Total
22
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
22
Share