Maria Santos travada na estreia do Porto Open; Sana Garakani falha acesso

Sara Falcão/FPT

A programação desta terça-feira coincidiu com a abertura da disputa do quadro principal do Porto Open, mas Maria Santos (1530.ª ITF)- a primeira portuguesa a ir a jogo – não apresentou sinais suficientes para seguir em frente. Já Sana Garakani (961.ª ITF), que foi a única a ultrapassar a ronda de estreia do qualifying, viu negada a hipótese de se juntar à fase final do torneio que distribui 25.000 dólares.

Sem conseguir inverter a maré menos positiva e somar a primeira vitória de 2022, Maria Santos até começou a bom ritmo diante da helvética Tess Sugnaux (767.ª WTA), mas foi incapaz de transportar o nível para o segundo parcial e concluiu a campanha com uma derrota por 6-4 e 6-0 diante da jogadora mais experiente. Regressou horas depois à ação ao lado de Matilde Morais, mas o par português também não conseguiu trilhar um resultado positivo.

Quanto a Sana Garakani, que na estreia da fase de qualificação eliminou a compatriota Carolina Azadinho, desta feita não conheceu o mesmo desfecho perante a britânica Danielle Daley (1286.ª WTA) depois de ter estado à beira de vencer o primeiro parcial, e sucumbiu pelos parciais de 7-6 (5) e 6-0. Pouco depois, foi igualmente travada na competição de pares ao lado da francesa Georgia Kalamaris.


Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
0
Share