Nadal volta a tremer mas avança em Wimbledon rumo à terceira ronda

À semelhança do desafio de estreia, Rafael Nadal (4.º) voltou a apresentar algumas debilidades, mas a vitória esteve longe de ser ameaçada: o maiorquino rubricou o acesso à terceira eliminatória de Wimbledon pela 11.ª vez na carreira, com um novo triunfo consolidado em quatro sets diante do lituano Ricardas Berankis (106.º).

Com o domínio de todos os capítulos a pertencer a Nadal do primeiro ao último ponto, tanto o primeiro como o segundo set foram de sentido único, mas Berankis reagiu a tempo de conseguir pontuar. Reduzido o fosso, ‘El Toro’ voltou a afirmar-se no que restou da partida para, depois de uma longa interrupção forçada pela aparição da chuva, triunfar por 6-4, 6-4, 4-6 e 6-3.

O natural de Vilnius não deu vida fácil ao maiorquino e o primeiro parcial apenas viu quebrar-se a igualdade na fase mais adiantada, depois de uma oportunidade de quebra para cada lado. Nadal elevou o ascendente no segundo set e dentro de várias chances de se apoderar do comando, efetuou o break por duas ocasiões para dilatar a liderança.

Berankis respondeu da melhor forma possível e foi logo com um break a abrir que procurou reentrar na luta pelo rumo do encontro. Nadal foi incapaz de inverter o cenário naquela fase e apenas no quarto parcial deu por concluídos os esforços com uma vitória para o seu lado, já assinada sob a cobertura do Centre Court.

Ultrapassada a segunda missão da quinzena em SW19, Rafael Nadal já tem nome para o seu próximo desafio em Wimbledon, onde procura somar o terceiro troféu de campeão. Vai medir forças por uma vaga nos oitavos de final com o italiano Lorenzo Sonego (54.º), que defende o estatuto de 27.º pré-designado e com quem nunca antes se cruzou a nível oficial.


Total
14
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
14
Share