Murray eliminado na estreia em Washington após batalha de três horas

O regresso de Andy Murray (50.º) ao circuito após a conclusão da passagem pela relva não foi positivo e os bons indícios apresentados em Washington foram insuficientes para entrar com o pé direito nas US Open Series. O britânico, que era uma das principais figuras a alinhar na capital norte-americana, não resistiu ao teste de estreia e saiu de cena na noite passada – ao fim de quase três horas de encontro, cedeu por 7-6 (8), 4-6 e 6-1 perante o sueco Mikael Ymer (115.º).

Finalista vencido da edição de 2006, Murray entrou em desvantagem mas logo de seguida recuperou o prejuízo. Seguindo-se uma nova troca de breaks, o jogador de Glasgow ainda teve nas mãos uma oportunidade de vencer o set, mas Ymer negou-a e levou a decisão a tie-break: o sueco voltou a enfrentar três novas ameaças mas defendeu-se de todas elas para inverter o cenário e passar para a frente do marcador à segunda chance.

Encaminhava-se para fazer a festa em dois parciais, mas o mais cotado dos tenistas deu a volta a uma quebra sofrida na fase inicial para restabelecer a igualdade com dois breaks anotados a favor. Mas o antigo número um mundial sofreu uma quebra abrupta de ritmo no arranque da derradeira partida e, num ápice, Ymer apoderou-se novamente da liderança para fechar o desafio para o seu lado de forma bastante conclusiva.

Concluída de forma prematura a passagem por Washington, Andy Murray vai continuar a preparação para o US Open – torneio em que se coroou campeão em 2012 – no país vizinho. O britânico de 35 anos ruma a Montreal para atuar numa prova que conquistou por três ocasiões, através da condição de convidado.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share