Portugal +45 masculino deixa escapar vitória no Campeonato do Mundo de Veteranos

Francisco Melim/Federação Portuguesa de Ténis

LISBOA – A seleção portuguesa de +45 perdeu esta quarta-feira um duro embate frente à congénere argentina por 2-1, com a eliminatória a decidir-se num match tie-break da variante de pares e com a equipa da casa a desperdiçar uma vantagem de 8-2. Segue-se agora a luta pelo 12.º posto da Dubler Cup.

António Rui Moura foi o primeiro a ir a jogo e puxou dos galões para derrotar Adriano Mucelli com os parciais de 5-7, 7-6(3) e 6-2, num duelo de quase quatro horas onde o portuense que reside em Miami teve de resgatar o segundo set a partir de uma desvantagem de 3-5 e chegou a estar a dois pontos da derrota.

O triunfo aguerrido do número dois mundial do escalão não foi suficiente para a vitória da equipa. David Coelho cedeu face a Juan Fernandez (6-2 e 6-4) e, no embate de todas as decisões, a dupla composta por Luís Pinto e Lourenço Lima desperdiçou uma vantagem de 8-2 do match tie-break para o par argentino composto por Mauro Barman e Fernando Magri, que somou os últimos oito pontos do compromisso.

Com este dissabor, a seleção capitaneada por Luís Pinto só pode almejar o 12.º posto da Dubler Cup e para isso terá de vencer os derradeiros encontros. O primeiro será esta quinta-feira frente à Suécia.


Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
0
Share