Raducanu derrota Serena Williams no último encontro da norte-americana em Cincinnati

Terminou mais um capítulo na carreira de Serena Williams. Uma semana depois de dizer adeus ao público do Canadá com uma derrota na segunda ronda em Toronto, a norte-americana despediu-se dos seus compatriotas em Cincinnati, no estado do Ohio, com uma derrota para a britânica Emma Raducanu na primeira ronda.

Muito aguardado globalmente, o primeiro frente-a-frente entre Williams e Raducanu não teve muita história: a britânica, 21 anos mais nova e nascida no ano em que a norte-americana chegou pela primeira vez à liderança do ranking mundial, esteve sempre no comando e venceu por 6-4 e 6-0 após 64 minutos ao longo dos quais só cometeu um erro não forçado.

A disputar apenas o terceiro (e ao que tudo indica penúltimo) torneio de singulares desde o inesperado regresso aos courts em Wimbledon, Serena Williams apresentou-se com a mesma debilidade das semanas anteriores: a movimentação.

Mais pesada e com falta de ritmo, a norte-americana de 41 anos foi quase sempre uma sombra de si própria, as raras exceções sendo a pancada de serviço e as ocasiões em que Raducanu não conseguiu colocar a bola fora do seu enquadramento. De resto, a melhor forma física da adversária, aliada a uma exibição praticamente sem erros e uma compostura exemplar para um encontro que se adivinhava emocionalmente exigente, foi suficiente para o encontro não chegar a ser equilibrado — mesmo a primeira partida, aparentemente mais discutida, chegou a ser liderada por Raducanu com 4-1 e um duplo break.

Encerrado o último capítulo da carreira em Cincinnati, cidade na qual triunfou em duas ocasiões (2014 e 2015), Serena Williams aponta o foco àquela que será, ao que tudo indica, a sua derradeira etapa: o US Open.

A norte-americana tem duas semanas de preparação pela frente. Mas, se nas últimas semanas foram evidentes alguns sinais de melhoria em relação ao primeiro encontro de singulares deste regresso (a derrota para Harmony Tan na primeira ronda de Wimbledon), mantêm-se as dúvidas sobre se o tempo que resta será suficiente para chegar a Nova Iorque com possibilidades de ensaiar uma despedida com pompa e circunstância.

Para Emma Raducanu, segue-se mais um encontro contra uma jogadora que já liderou o circuito feminino: Victoria Azarenka, que superou Kaia Kanepi por 6-3, 4-6 e 6-3.


Total
12
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
12
Share