Francisco Cabral e Jamie Murray eliminados na primeira ronda de pares do ATP 250 de Metz

A sétima experiência da carreira no circuito principal não se traduziu num longo percurso de Francisco Cabral (45.º) no ATP 250 de Metz: a unir pela primeira vez forças ao ex-número um Jamie Murray, o número um português da variante de pares não apresentou os argumentos necessários para rumar aos ‘quartos’ e despediu-se esta quarta-feira na estreia do evento gaulês numa batalha resolvida in extremis.

A dupla luso-britânica viu desde cedo o domínio pender para o lado contrário e foi logo na fase inicial que o monegasco Hugo Nys e o polaco Jan Zielinski passaram para a frente, através de duas quebras que lhes garantiram a vitória no parcial de abertura. Mas Cabral e Murray não deram o encontro como perdido e resistiram ao levar a decisão a match tie-break. Todavia, nessa crucial etapa da contenda, Nas e Zielinski voltaram a errar menos e selaram o resultado final em 6-2, 5-7 e 10-4.

Terminada a primeira experiência lado a lado de forma precoce, Francisco Cabral e Jamie Murray prometem voltar a unir forças num futuro próximo, ainda que não constem inscritos no quadro de pares nem em Tóquio, nem em Astana – os dois eventos ATP a realizarem-se na próxima semana. João Sousa era o outro representante nacional inserido no torneio de Metz, mas cedeu igualmente no teste de estreia, ao não resistir esta quarta-feira ao qualifier Stan Wawrinka.


Total
4
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
4
Share