Oliveira admite: “Sei que tenho de regressar aos ITF, mas o meu nível está cá”

Sara Falcão/FPT

LISBOA – Entre os elogios ao que Benoit Paire dá ao ténis depois do embate divertido entre ambos na primeira ronda do Del Monte Lisboa Belém Open, Gonçalo Oliveira abriu o jogo e deu uma longa conferência de imprensa onde falou a sua forma atual, os últimos meses difíceis e a pouca vontade de viajar, o abandono do compromisso na variante de pares e revelou ter recebido um convite surpreendente para se juntar ao ídolo David Nalbandian, a Carlos Moya e a Feliciano Lopez numa exibição no final da temporada, na Venezuela, como parte do Champions Tour da ATP.

“Tenho noção que agora terei de voltar para os torneios ITF, mas o meu nível está cá, tenho-me mantido em forma. Estou consciente que tenho de jogar torneios de 25.000 dólares e subir no ranking. São torneios que não são do meu nível, mas são jogos que têm de ser ganhos e tenho de assumir. Se algum dia voltar a ter um ranking bom, como espero, voltarei a viajar, mas para já vou tentar manter-me perto de casa”.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Total
0
Share