Francisca Jorge e Matilde Jorge são as primeiras campeãs do The Campus Ladies Open

QUINTA DO LAGO — As irmãs Francisca Jorge e Matilde Jorge sagraram-se, este sábado, campeãs de pares da edição inaugural do The Campus Ladies Open, torneio internacional de 25.000 dólares no qual conquistaram o sexto título de 2022 enquanto parceiras.

Primeiras cabeças de série, as irmãs vimaranenses de 22 e 18 anos, respetivamente, venceram na final a sul-coreana Yeon Woo Ku e a húngara Adrienn Nagy (quartas favoritas) pelos parciais de 6-4 e 6-4 após 1h19.

A final deste sábado foi o único encontro da semana no qual Francisca Jorge e Matilde Jorge encontraram resistência do início ao fim, mas apesar da melhor réplica das adversárias as duas jogadoras portuguesas conseguiram destacar-se nas retas finais de ambos os parciais para somarem mais um triunfo em dois sets.

“Fizemos um encontro sólido, contra as adversárias mais difíceis que defrontámos esta semana. Em relação às outras rondas a bola vinha mais rápida e mais compacta, o que tornava mais difícil ganhar confiança e coragem para fazer as interseções. Passou muito por acreditarmos que conseguíamos fazer as coisas com qualidade e ficarmos presentes. Hoje senti-me mais cansada e a Matilde puxou mais pela equipa, o que foi muito importante porque quando uma não está a 100% a outra tenta ajudar. Temos vindo a crescer muito como equipa e demonstrámos que mesmo não estando muito firmes mantivemos a frieza e fomos capazes de superar este desafio”, afirmou a mais velha das duas irmãs, Francisca Jorge.

Matilde Jorge destacou a evolução da dupla nos últimos 12 meses (foi em outubro de 2021 que disputaram a primeira final internacional como parceiras, em Loulé): “Olhando para essa final e para a de hoje não há comparação possível, porque evoluímos as duas individualmente e como equipa crescemos juntas. Somos irmãs, conhecemo-nos muito bem e como par quando uma não está tão bem a outra ajuda e vice-versa. Estamos sempre à procura de melhorar o nível e acreditamos cada vez mais, acho que é esse o principal fator.”

A semana irrepreensível no The Campus traduziu-se no sexto título do ano para as irmãs vimaranenses em nove finais disputadas, juntando-se às vitórias em Santa Margherita di Pula, Montemor-o-Novo, Guimarães, Leiria e Lisboa.

No cômputo geral, este foi o 14.º título de pares da carreira para Francisca Jorge no circuito internacional, um registo que permitiu à número um portuguesa igualar Inês Murta na terceira posição da história do ténis nacional. Para Matilde Jorge foi a oitava conquista.

A primeira edição do The Campus Ladies Open ficará concluída no domingo, com a final de singulares (14h) entre a espanhola Jessica Bouzas Maneiro (268.ª WTA) e a croata Tara Wurth (210.ª).

Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Total
2
Share