Luca Van Assche completa final do Maia Open

Sara Falcão/FPT

MAIA — Sem a possibilidade de coroar o herói da casa, a quarta edição do Maia Open vai ficar concluída com a festa de um novo campeão na história do ATP Challenger Tour, dado que ao austríaco Maximilian Neuchrist se juntou o francês Luca Van Assche — em muito boa forma na reta final de temporada e já habituado a jogar (mas não a vencer) finais em Portugal.

No derradeiro encontro deste sábado no que dizia respeito ao quadro de singulares, Luca Van Assche (176.º), de apenas 18 anos, deu a volta ao australiano Aleksandar Vukic (140.º), de 26 anos, e triunfou por 1-6, 6-2 e 6-3.

Com esta reviravolta, o jovem francês — que foi campeão júnior de Roland-Garros em 2021 — apurou-se para a final de um torneio Challenger pela quarta vez, todas nos últimos dois meses.

Ainda à procura do primeiro título, Van Assche estreou-se em decisões deste nível precisamente no nosso país, ao ser vice-campeão do Del Monte Lisboa Belém Open no início de outubro. Depois, também terminou como finalista em Brest (França) e Valência (esta na última semana).

Apesar da ausência de títulos no palmarés, o gaulês será o favorito para a final de domingo, na qual terá pela frente o jogador-revelação do torneio: aos 31 anos, Maximilian Neuchrist (359.º ATP) começou a semana sem sapatilhas de terra batida, precisou de salvar um match point no qualifying e não esperava chegar tão longe na última semana da temporada, mas acabou a surpreender o maiato e super-favorito Nuno Borges, em três sets, para alcançar o melhor resultado da carreira.

Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Total
2
Share