Sousa nas meias-finais em São Petersburgo

Pelo segundo dia consecutivo, João Sousa melhorou o seu registo pessoal ao somar mais uma vitória em São Petersburgo, na Rússia, onde disputa o ATP 250 local. Esta sexta-feira, o tenista vimaranense apurou-se para as meias-finais, as suas primeiras em torneios da categoria, e garante desde já a sua melhor classificação de sempre no ranking mundial a partir da próxima segunda-feira.
Depois de ontem ter derrotado o ucraniano Sergiy Stakhovsky em três sets para se apurar pela primeira vez na sua carreira para aos quartos-de-final de um torneio ATP 250 em piso rápido (já havia alcançado esta mesma fase mas no Portugal Open, em terra batida), Sousa venceu hoje o atleta da casa Dmitry Tursunov, quarto candidato ao título e trigésimo quarto classificado no ranking mundial, por 6-4 6-3 para avançar pela primeira vez para as meias-finais de um torneio da mesma categoria.
Com apenas vinte e quatro anos, João Sousa mostrou-se muito confiante e rapidamente conseguiu recuperar o break de desvantagem no primeiro parcial, avançando para uma vitória num encontro equilibrado frente a um dos jogadores que com mais apoio contou ao longo da semana, para, desta forma, figurar pela primeira vez no lote de quatro jogadores finais de um torneio ATP 250.

Estatísticas do encontro:

João Sousa: 4 ases, 3 duplas faltas, 63% de primeiros serviços colocados (74% desses pontos ganhos), 3 de 5 break points convertidos, 68 pontos ganhos no total.

[4] Dmitry Tursunov: 7 ases, 5 duplas faltas, 51% de primeiros serviços colocados (63% desses pontos ganhos), 1 de 5 break points convertidos, 51 pontos ganhos no total.

Nas meias-finais de amanhã, e já com a garantia de que na próxima segunda-feira aparecerá para lá do octogésimo sexto posto (a sua melhor classificação de sempre, alcançada a 18 de março da presente temporada) na actualização de rankings, João Sousa medirá forças com o espanhol Guillermo Garcia-Lopez, que hoje surpreendeu o oitavo cabeça de série, Denis Istomin.
A título de curiosidade, o espanhol foi o jogador derrotado por Frederico Gil aquando da sua chegada à final do Portugal Open, em 2010.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
0
Share