Gastão Elias derrota ex-top 40 a caminho dos quartos de final do Porto Open

PORTO — Um dia depois de Gonçalo Oliveira, também Gastão Elias (240.º do ranking ATP) carimbou o apuramento para os quartos de final de singulares do Challenger do Porto, o Porto Open, ao derrotar o ex-número 33 mundial e atual 188, Denis Istomin, por 7-5 e 6-4.

Depois de uma entrada a meio gás no encontro de estreia, em que teve de se readaptar a uma superfície na qual não competia há três meses, o tenista português de 30 anos revelou muito mais à vontade no duelo desta quinta-feira e apesar de ter enfrentado um adversário de calibre superior conseguiu resolver a questão em dois parciais e 1h25 de encontro.

Se no primeiro set o break só chegou ao 11.º jogo, depois de ter tido uma oportunidade ao terceiro e quatro ao nono, na segunda partida o jogador português foi bem mais rápido a quebrar o serviço, mas o tenista uzbeque respondeu e não só recuperou o break de atraso como esteve perto de se adiantar. No entanto, Elias conseguiu salvar três pontos de break consecutivos para fazer o 4-4, voltou a quebrar e depois selou a vitória de forma autoritária.

Com a vitória, Gastão Elias qualificou-se para os quartos de final de um torneio do ATP Challenger Tour pela sétima vez em 2021. Na sexta-feira, o ex-top 60 mundial vai defrontar ou Geoffrey Blancaneaux (331.º e carrasco de João Domingues) ou Emílio Gomez (169.º e terceiro pré-designado) na luta pela passagem às quintas meias-finais em torneios deste circuito, enquanto o compatriota Gonçalo Oliveira (297.º), que venceu na véspera, terá como adversário o ucraniano Sergiy Stakhovsky, número 242 do ranking que chegou a ser 31.º e há exatamente oito anos surpreendeu Roger Federer em Wimbledon.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share