Nuno Borges travado na segunda ronda do Del Monte Lisboa Belém Open

Beatriz Ruivo/Del Monte Lisboa Belém Open

LISBOA — Dois dias depois de entrar a ganhar no quadro principal de singulares do Del Monte Lisboa Belém Open com uma reviravolta, o português Nuno Borges (276.º do ranking ATP) sofreu da mesma “receita” e perdeu com o ex-top 80 mundial Cedrik-Marcel Stebe (atual 160.º) em três partidas, parciais de 4-6, 7-6(4) e 6-4.

À procura dos sextos quartos de final do ano e da carreira no ATP Challenger Tour (segundos a este nível), o tenista maiato de 24 anos começou bem, embalado pela reviravolta da primeira eliminatória, mas não conseguiu segurar o ascendente e com dois breaks sofridos nos dois primeiros jogos de serviço do segundo set viu Stebe iniciar a reviravolta.

Mais experiente, o alemão exibiu-se de forma peremptória até ao 5-2, mas o tenista português conseguiu recuperar o break de atraso e com quatro jogos ganhos em cinco forçou o tie-break, em que Stebe alinhou quatro pontos consecutivos para igualar o encontro.

No terceiro parcial, Borges voltou a perder o serviço logo no jogo inaugural e enfrentou mais pontos de break no jogo seguinte, mas contornou-os para se manter na luta pela vitória e chegou a ter três oportunidades para recuperar a quebra de serviço ao sexto jogo, só que Stebe voltou a usar a experiência para segurar a liderança e não voltou a largá-la até ao final do encontro, que venceu em 2h30.

A derrota de Nuno Borges deixou o Del Monte Lisboa Belém Open com apenas dois portugueses em prova no quadro principal de singulares: Frederico Silva, que na véspera garantiu um lugar nos quartos de final, e João Domingues, que entrará em ação na segunda ronda ainda esta quinta-feira.

Última atualização às 16h10.


Total
26
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
26
Share