Barty em velocidade de cruzeiro até às meias-finais do Australian Open

A estrela da casa está cada vez mais perto do título. Esta terça-feira, Ashleigh Barty garantiu o apuramento para as meias-finais do Australian Open de forma convincente. A número um mundial bateu a norte-americana Jessica Pegula (21.ª WTA) por 6-2 e 6-0, num encontro que rapidamente se começou a resolver a favor da australiana.

Barty entrou no encontro logo com um break, que desde cedo lhe deu um conforto que nunca veio a perder. Sempre muito afinada, a australiana criou dificuldades a Pegula com a esquerda em slice e enfrentou apenas um break point, que foi salvo. Do lado da norte-americana, o desperdício junto à rede acabou por não ajudar ao desfecho. Pegula subiu por 12 vezes no court, mas conseguiu finalizar com sucesso apenas três das investidas.

A diferença entre as duas tenistas ficou ainda patente no número de winners, com Barty a assinar 17 e Pegula a ficar pelos sete. A australiana perdeu apenas 13 pontos ao serviço em todo o encontro e a vitória nunca esteve em causa.

A vitória desta terça-feira permite a Ashleigh Barty igualar o melhor resultado de sempre em Melbourne Park, as meias-finais que alcançou em 2020. Agora, a tenista australiana vai em busca da primeira presença na final do “seu” Grand Slam e para isso terá de ultrapassar Madison Keys (51.ª WTA), que arrasou Barbora Krejcikova (4.ª WTA) por 6-3 e 6-2.

Última atualização às 09h40.


Total
22
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
22
Share