Nadal desolado: “A dor tira-me felicidade. Vai chegar um momento em que a minha cabeça diz ‘basta'”

Rafael Nadal despediu-se esta quinta-feira do ATP Masters 1000 de Roma de forma preocupante, com rasgos de dor a marcarem a sua derrota para Denis Shapovalov depois de um arranque muito autoritário, e no momento de dizer adeus à capital italiana não escondeu a preocupação com os problemas físicos que o afetam a poucos dias do grande objetivo do ano: Roland-Garros.

“Não estou lesionado, sou um tenista que vive com uma lesão. Não é nada de novo, mas lamentavelmente o meu dia a dia é difícil. Estou a esforçar-me muito, mas há momentos em que é complicado aceitar a situação e se torna frustrante ver que durante dias não consigo treinar de forma contínua. Hoje comecei a sentir uma dor muito forte a meio do segundo set e era impossível jogar. Não quero tirar mérito ao Denis, porque ele mereceu ganhar”, admitiu o número quatro do mundo depois de perder.

“É uma dor permanence, às vezes dói mais, noutras menos, mas hoje foi uma loucura. Adorava poder dizer outra coisa, falar de ténis, mas é o que é. Por muita experiência que tenha é difícil explicar o que estou a sentir. Quando não sou capaz de me movimentar bem fica tudo muito difícil e o pior é que sinto que voltei a ter um bom nível de jogo, mas agora não sei o que fazer. Não sei se deva descansar, se deva treinar. Ir a Roland-Garros continua a ser o meu objetivo”, destacou o por 13 vezes campeão, que tem pouco mais de uma semana para recuperar antes da estreia em Paris.

“A dor tira-me felicidade. Vai chegar um momento em que a minha cabeça diz ‘basta’, não só pelo ténis, mas pela minha vida. Gosto muito de jogar e gosto muito de competir, mas viver com dores é muito complicado”, acrescentou Nadal, que concluiu ser “impossível” joga neste momento. “Pode ser que nos próximos dias as coisas fiquem melhores. Vou a Paris ter com o meu médico e isso pode ajudar-me, mas neste momento não sei nada. Hoje estou muito triste.”


Total
1
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
1
Share