Bencic e Jabeur marcam final de luxo na relva de Berlim

De um lado Belinda Bencic, do outro Ons Jabeur. As meias-finais do WTA 500 de Berlim, na Alemanha, prometiam uma grande final e assim foi, com a campeã olímpica e a vencedora do penúltimo WTA 1000 a marcarem encontro na final de um dos últimos torneios de preparação para Wimbledon.

Um ano depois de ter alcançado a final, Bencic voltou a inscrever o nome no encontro de atribuição do título do bett1open, mas desta vez precisou de suar muito: só depois de 3h07, e graças aos parciais de 6-7(6), 6-4 e 6-4, é que conseguiu eliminar a grega Maria Sakkari, segunda cabeça de série, para registar a quarta vitória da carreira em seis encontros frente a adversárias do top 10 mundial em relva.

A final em Berlim será a quinta da carreira para Bencic em relva, mas a helvética procura apenas o segundo título nesta superfície, depois de ter ganho em Eastbourne no ano de 2015.

Para o erguer, terá de passar pela tunisina Jabeur, que travou a norte-americana Coco Gauff — recém-finalista de Roland-Garros — com mais tranquilidade, pelos parciais de 7-6(4) e 6-2.

O frente-a-frente entre ambas registava três vitórias em quatro encontros para Gauff, mas na relva o primeiro encontro foi favorável à tunisina em apenas 77 minutos de encontro e deu-lhe a oportunidade de perseguir o seu segundo título nesta superfície, um ano depois de ter triunfado em Birmingham.


Total
8
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
8
Share