Braga Open com três duplas portuguesas nos quartos de final de pares

BRAGA — A parceria entre Jaime Faria e Fábio Coelho é recente, mas os resultados em tão curto espaço de tempo (dois títulos em três finais num total de quatro torneios ITF disputados) fizeram com que a dupla portuguesa abordasse a estreia no ATP Challenger Tour com ambição. E o encontro desta quarta-feira esteve à altura das expetativas: deixaram pelo caminho os segundos cabeças de série rumo aos quartos de final, ronda para a qual avançaram outras duas parcerias “da casa”.

Campeões em Castelo Branco e Setúbal e vice-campeões em Sintra, Faria e Coelho iniciaram a quinta campanha lado a lado — e primeira a este nível — com uma vitória por 4-6, 6-4 e 12-10 contra Inigo Cervantes e Oriol Roca Batalla.

Para isso, os dois jogadores portugueses precisaram de anular três match points no match tie-break da terceira partida, até que ao cabo de 1h36 consumaram a reviravolta e marcaram encontro com o cazaque Timofey Skatov e o espanhol Carlos Taberner, que vão enfrentar-se em singulares.

Antes, logo pela manhã, já tinham avançado Gonçalo Falcão e João Domingues. Lado a lado pela sétima vez, mas primeira no ATP Challenger Tour e primeira desde 2016, os dois portugueses não perderam tempo e venceram os alternates Peter Goldsteiner e Sebastian Prechtel por claros 6-1 e 6-0. Seguem-se nada mais, nada menos do que os primeiros cabeças de série, Jeevan Nedunchezhiyan e Christopher Rungkat, que ficaram isentos da primeira eliminatória.

A fechar a jornada, Henrique Rocha e Daniel Rodrigues não deram hipóteses aos terceiros cabeças de série, Michael Geerts e Jelle Sels, e venceram por 6-3 e 6-4 para completarem o elenco dos quartos de final.

O único português a ficar para trás foi Miguel Gomes, que ao lado do espanhol Imanol Lopez Morillo entrou como alternate à última hora e perdeu por 6-2 e 6-4 com os checos Vit Kopriva e Jaroslav Pospisil.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share