Gastão Elias travado por prodígio francês no Del Monte Lisboa Belém Open

Sara Falcão/FPT

LISBOA — Caiu o último português em prova no quadro de singulares do Del Monte Lisboa Belém Open, com Gastão Elias (atual 208.º classificado no ranking ATP) na segunda ronda perante uma das maiores promessas do ténis mundial.

Menos de 24 horas depois de ter levado a melhor numa batalha de quase três horas frente ao primeiro cabeça de série, o tenista português não conseguiu recuperar fisicamente e perdeu por 6-3 e 6-2 com o francês Luca Van Assche, vencedor de Roland-Garros sub 18 e número um mundial do escalão em 2021.

O encontro foi curto (1h24) e nunca fugiu do controlo de Van Assche, que apesar de também ter disputado um longo encontro na véspera — que juntou aos dois que já tinha ganho no qualifying nos dias anteriores — apresentou-se fresco e preparado para mais uma “luta”.

Muito sólido do fundo do campo, Van Assche oferece poucas aberturas aos adversários e essa consistência permitiu-lhe quebrar rapidamente a pouca resistência de Gastão Elias, que ao desgaste físico juntou o psicológico e, com o início da segunda partida, ficou rapidamente de fora da discussão do duelo.

Com este resultado, o Del Monte Lisboa Belém Open deixou de ter portugueses em prova no quadro principal de singulares masculinos, um cenário semelhante ao do Braga Open, que na última semana também perdeu a comitiva lusa antes dos quartos de final.

Já com quatro vitórias na terra batida do CIF — Club Internacional de Foot-Ball, Luca van Assche vai discutir a presença nas meias-finais com um compatriota: Alexandre Muller (152.º), sétimo cabeça de série que depois de ter deixado pelo caminho o português João Domingues venceu, na manhã desta quarta-feira, o qualifier croata Duje Ajdukovic.

Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Total
2
Share