Carlos Alcaraz ergue troféu de número um mundial em Paris e afirma: “Concretizei os meus sonhos mais cedo do que esperava”

O espanhol Carlos Alcaraz recebeu, esta segunda-feira, o troféu de número um mundial — a não ser confundido com o de número um mundial no final da época, estatuto que ainda está em jogo — e após a cerimónia afirmou ter concretizado os sonhos de criança mais cedo do que alguma vez imaginou.

Em Paris, onde se prepara para participar no último ATP Masters 1000 da temporada, o campeão do US Open e líder do ranking recebeu o troféu das mãos do presidente da ATP, o italiano Andrea Gaudenzi, ao som da música “Eye of the Tiger” (de Survivor), a sua preferida.

“É um sonho tornado realidade. Quando era criança, queria ser o número um e vencedor de um Grand Slam. Tudo aconteceu muito rápido. Sinto-me feliz e muito feliz por poder partilhá-lo convosco. Vemo-nos na quarta-feira”, afirmou.

A estreia de Carlos Alcaraz, que aos 19 anos, quatro meses e sete dias tornou-se no mais jovem número um mundial da história do circuito ATP (superando o registo de Lleyton Hewitt, que em 2001 subiu ao topo da hierarquia com 20 anos, oito meses e 23 dias), acontecerá frente ao japonês Yoshihito Nishioka.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Total
0
Share