Confirmado: Alcaraz é o mais novo de sempre a fechar uma época como número 1 mundial

Ausente do ATP Finals devido à lesão abdominal que o obrigou a colocar um ponto final precoce na melhor temporada da carreira, o espanhol Carlos Alcaraz tinha a liderança do ranking ATP ameaçada por Rafael Nadal e Stefanos Tsitsipas, mas nem um, nem outro conseguiram destroná-lo e o jovem de Múrcia vai terminar 2022 no topo da hierarquia mundial — aos 19 anos será o mais novo de sempre a fazê-lo.

À entrada para o “torneio dos maestros”, Tsitsipas precisava de vencer o ATP Finals com um registo de 5-0 e ficou afastado da corrida ao primeiro lugar da tabela após perder com Novak Djokovic na fase de grupos. Com o grego de fora da corrida, Nadal podia recuperar o estatuto de número 1 mundial ou com um título em Turim, ou com uma chegada à final invicto na fase de grupos, mas ficou matematicamente afastado das meias-finais esta terça-feira.

Assim, Alcaraz garantiu a permanência no lugar cimeiro do ranking ATP até ao final de uma época em que ascendeu pela primeira vez a esta posição no dia 12 de setembro, após vencer o US Open.

Aos 19 anos, Carlos Alcaraz será o jogador mais novo de sempre a terminar uma época como número 1 mundial desde que o ranking ATP foi introduzido, em 1973. E apenas o segundo espanhol a consegui-lo, depois de Rafael Nadal em 2008, 2010, 2013, 2017 e 2019.

2022 será a primeira época desde 2003 (com Andy Roddick) a terminar com um número um mundial que não pertença ao denominado “Big Four” (Roger Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray).

Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Total
2
Share